Trafegar pela BA 512 está cada vez mais complicado. A via é escura, cercada de propriedades rurais, e passa por um processo de degradação do asfalto, que compromete a mobilidade dos carros que passam pela estrada.

Na noite deste domingo (28), as vítimas foram os passageiros do micro-ônibus da empresa Cidade das Águas, por volta das 19:00h. As informações dão conta de que eram 20 passageiros que seguiam em direção a Mata de São João, quando um homem de capuz no rosto e com um revolver 38 nas mãos, deu a voz de assalto.

O motorista foi agredido e o criminoso fugiu levando pertences dos passageiros e o dinheiro do caixa. O crime foi denunciado na delegacia de Mata, o motorista foi medicado no hospital da cidade e passa bem.

Policiais da 53ª CIPM estão fazendo buscas na região.

Várias ocorrências de roubo são registradas na ponte secular de ferro, que faz a ligação do município de Dias D´Ávila com Mata de São João, passando pelo distrito de Amado Bahia.

Tem histórias que parecem cenas de filmes de ação. Segundo informações, de um dos vários casos, os acusados de roubo jogavam galhos na frente dos carros e os motoristas eram obrigados a parar, na tentativa de evitar um acidente. Nessa parada os “buliçosos” agiam.

Até quando a falta de segurança vai permitir ações como essas na região? A propriedade ao lado da ponte, está abandonada e virou esconderijo para os assaltantes? Será que o Governo do Estado da Bahia não sabe disso?

São perguntas que todos nós matenses e diasdavilenses fazemos. Será que vamos ter sempre que respirar fundo quando passarmos na ponte dos suspiros?

Perguntar não ofende.