Para o prefeito ACM Neto, o carnaval do ano que vem está cercado de incertezas por causa da pandemia do coronavírus. A mesma indefinição o gestor enxerga no que diz respeito à festa de réveillon no fim do ano.

Durante participação em uma live com o jornalista José Eduardo, na noite desta quarta-feira, 29, o chefe do Executivo soteropolitano afirmou que a realização dos eventos dependerá do surgimento de uma vacina que possa diminuir a circulação do coronavírus.

“Quem tem conhecimento público como tenho, sabe que as aglomerações, festas, eventos populares com multidão, provavelmente serão as últimas coisas a voltar. Não temos uma previsão. Se a gente tiver uma vacina, claro que vamos ter o Carnaval, se não tivermos vacina, é muito difícil fazer esse prognóstico. Se fosse no quadro de hoje, não”, afirmou ACM Neto. Informações do Portal A Tarde.