O presidente da República, Jair Bolsonaro, indicou o substituto do ex-juiz Sergio Moro no Ministério da Justiça e Segurança Pública. O escolhido foi André Mendonça, que ocupava a Advocacia-Geral da União (AGU). Ele teve o nome publicado na edição do Diário Oficial da União (DOU) publicada na madrugada de hoje (28).

Com isso, Jose Levi, até então na Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional, ficará no comando da AGU após a saída de Mendonça. Mendonça é evangélico e considerado como um dos quadros mais leais a Bolsonaro, que avalia uma possível indicação ao Supremo Tribunal Federal (STF).