Na visita nesta quarta, 10, à Universidade Estadual de Feira de Santana, agendada por uma comissão de estudantes no período em que a reitoria esteve ocupada, o secretário de Educação do estado, Adeum Sauer, anunciou aumento de R$ 500 mil na verba destinada ao pagamento dos bolsistas, estudantes que prestam serviços na instituição e são remunerados. O mecanismo existe para ajudar na manutenção dos alunos com renda mais baixa e oriundos de outras cidades.

A promessa do secretário não agradou aos bolsistas. José Caetano Filho, aluno de Economia que faz parte do Diretório Central dos Estudantes, disse que a quantia será suficiente apenas para aumentar de R$ 350 para R$ 415 o valor das bolsas. Os estudantes pediam um aumento maior e a inclusão de mais beneficiários. Segundo Caetano, os manifestantes continuarão mobilizados e ainda vão definir o modo de agir de agora em diante.

Quanto a um dos principais problemas que a Universidade vem enfrentando, que é a falta de professores, Adeum Sauer disse em entrevista que o assunto está sendo tratado na Casa Civil do governo, que vai apresentar um projeto autorizando a abertura de vagas nas universidades estaduais.