Mais de 600 quilos de carne de origem clandestina foram apreendidos e cinco pessoas foram presas em flagrante em uma operação no Centro de Abastecimento de Jacobina e em uma feira livre de um distrito da cidade realizada neste domingo (2).

A ação teve como objetivo inspecionar o transporte e comércio de carne clandestina ou em desacordo com as normas sanitárias, assim como averiguar a venda de produtos vencidos ou sem procedência declarada.

O Ministério Público estadual, a Vigilância Sanitária de Jacobina, a Agência Estadual de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab) e a Polícia Militar da Bahia executaram a operação.

Segundo Rocío García, promotora responsável pela operação, o artigo 7 da lei 8.137/90 afirma que “vender, ter em depósito para vender ou expor à venda ou, de qualquer forma, entregar matéria-prima ou mercadoria em condições impróprias ao consumo é crime grave e coloca em risco a vida e a saúde da população”.