Para minimizar os impactos causado pelo isolamento social por causa do coronavírus, o prefeito de Mata de São João, Marcelo Oliveira estuda a possibilidade de liberar um beneficio financeiro às famílias de baixa renda e informais. O anúncio foi feito na live deste sábado (04).

A proposta visa distribuir uma renda extra para que as famílias em situação vulnerável possa comprar alimentos no comércio local, incentivando a economia matense durante esse momento de crise. Será uma espécie de ‘voucher’, como o auxílio emergencial que será disponibilizado pelo governo federal,  para diminuir os problemas econômicos causados pela pandemia do coronavírus.

“Estamos estudando uma outra possibilidade de levar uma renda extra para os trabalhadores informais, que facilite a aquisições de alimentos e gêneros e outras necessidades dessas famílias. É um projeto que estamos formatando, mas posso dizer que será muito mais prático para as famílias e dará uma injeção de ânimo no comércio local”, destaca Marcelo Oliveira.

Durante a live, o gestor divulgou o balanço mais recente de casos suspeitos no município. Segundo Marcelo, em Mata, foram registrados até sábado, 33 casos suspeitos, destes 8 foram descartados e 25 casos estão sendo monitorados pela secretaria de Saúde. “Graças a Deus não temos nenhum caso de coronavírus registrado em Mata de São João”, frisa.

Distribuição de cestas para trabalhadores informais

Segundo Marcelo, já foram distribuídas mil e nesta segunda-feira (6) a prefeitura segue distribuindo mais 4 mil cestas aos trabalhadores informais, pacientes acamados e outras urgências.