De acordo com o biólogo Maurício Guardim, de 42 anos, que participa do grupo Guardiões do Litoral, grandes placas de óleo estão espalhadas na parte sul da praia de Subaúma, perto do Rio Crumai.

As manchas de óleo, segundo o biólogo, já atingiram o manguezal que fica na região.

“Alugamos um quadriciclo e demos uma volta na região e encontramos bastante óleo velho. Fomos até próximo da praia de Massarandupió e o que vi foi bastante poluição, grandes placas de óleo”, contou Maurício Guardim.

Os moradores também reclamam que uma grande quantidade de óleo retirada por voluntários está armazenada na praia de Itacimirim, que fica na cidade de Camaçari, região metropolitana de Salvador, e ainda não foi recolhida do local.

Segundo o portal G1, em contato com a Secretária do Meio Ambiente de Entre Rios, informou que não tinha conhecimento das manchas de óleo no local e que vai enviar uma equipe para fazer a limpeza.

A reportagem também entrou em contato com a Prefeitura de Camaçari e aguarda o posicionamento sobre o óleo que está armazenado em Itacimirim.

Até agora, 31 cidades baianas e o Parque Nacional de Abrolhos foram atingidos pelas manchas de óleo que surgiram no Nordeste do país e chegaram até a região sudeste. O Governo do Estado chegou a decretar situação de emergência.