Segunda, 06 de Dezembro de 2021
(71) 99921-1917
Saúde Vacina

Ministério da Saúde ignora Bolsonaro e defende vacinação de adolescentes ao STF

O próprio Ministério da Saúde e a Anvisa autorizaram a vacinação de pessoas de 12 a 17 anos no Brasil.

15/10/2021 09h09
Por: Redação Fonte: Bahia Noticias
Ministério da Saúde ignora Bolsonaro e defende vacinação de adolescentes ao STF

O Ministério da Saúde ignorou as críticas de Jair Bolsonaro e incluiu a vacinação de adolescentes contra a Covid no plano nacional de imunização. O documento foi enviado nesta quinta-feira (14) ao Supremo Tribunal Federal (STF) pela Advocaica-Geral da União. A informação foi divulgada pelo Metrópoles, parceiro do Bahia Notícias.

“No grupo de adolescentes de 12 a 18 anos, existem determinadas condic?o?es de sau?de que os colocam em risco aumentado de complicac?o?es e o?bitos pela Covid-19“, escreveu a pasta na nova versão do documento.

Três dias antes Bolsonaro disse em São Paulo: “Por que muitos governadores e prefeitos vacinaram jovens entre 12 a 17 anos? Baseados em quê? Recomendação da Anvisa? Da Saúde? De quem?”.

O próprio Ministério da Saúde e a Anvisa autorizaram a vacinação de pessoas de 12 a 17 anos no Brasil. A autorização da agência aconteceu em junho para a vacina da Pfizer. A vacinação de adolescentes contra a Covid acontece amplamente nas principais economias do mundo. No Canadá e nos Estados Unidos, a imunização dessa faixa etária foi autorizada ainda em maio.Em setembro, o ministério chegou a recomendar que os adolescentes não fossem imunizados. Após críticas, o órgão recuou apenas seis dias depois e voltou a liberar a vacinação em 22 de setembro. No dia seguinte, Jair Bolsonaro deixou claro em sua live que fora contrariado: “Por que esse interesse em vacinar a garotada?

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.