Quinta, 17 de Junho de 2021
71 999211917
Cidades Próximas Eleições

ACM Neto reforça papel estratégico de Camaçari para eleições de 2022

O democrata fez elogios à gestão de Antônio Elinaldo (DEM) à frente da prefeitura da cidade.

28/05/2021 14h32
Por: Redação Fonte: Ascom
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O presidente nacional do Democratas, ACM Neto, disse hoje (28) que Camaçari e toda a Região Metropolitana de Salvador (RMS) terão um papel estratégico numa eventual candidatura dele ao governo da Bahia, que pode ser oficialmente confirmada no futuro. 

"Na Região Metropolitana teremos palanques fortes em cada uma das cidades no ano que vem. Vai ser um importante cartão de visita para impulsionar a vitória do nosso grupo político, especialmente porque as pessoas conhecem mais de perto o trabalho que fizemos em Salvador, em Camaçari e em outras cidades da região, onde temos tantos prefeitos parceiros", disse Neto, em entrevista ao programa Bahia no Ar, da Rádio Sucesso FM.

O democrata fez elogios à gestão de Antônio Elinaldo (DEM) à frente da prefeitura da cidade. Ele também confirmou que convidou Elinaldo para ajudá-lo nas articulações para 2022, visando fortalecer o Democratas e siglas aliadas inclusive na disputa por cadeiras na Assembleia Legislativa e na Câmara Federal. Neto disse, por exemplo, que o grupo político liderado por ele deverá ter um candidato a deputado estadual de Camaçari. 

"Temos nomes fortes em Camaçari, e a ideia é que possamos lançar um candidato a deputado estadual da cidade", ressaltou o democrata, que citou os nomes do vice-prefeito José Tude (DEM), o ex-prefeito e atual secretário de Administração Helder Almeida (DEM), o presidente da Câmara de Vereadores, Júnior Borges (DEM) e a primeira-dama Ivana Paula. 

Sobre a possibilidade de Elinaldo renunciar à prefeitura para concorrer a uma cadeira na Assembleia, Neto disse não acreditar que essa seja a prioridade do prefeito. "Ele tem me dito que o projeto dele é concluir os oito anos na prefeitura. Mas essa decisão cabe a ele. Apoiarei qualquer decisão que o prefeito Elinaldo tomar". 

Industria e turismo - Na entrevista, ACM Neto lamentou a saída da Ford de Camaçari, e disse que faltou ação do governo da Bahia para tentar manter a fábrica, que foi instalada na cidade após uma intensa luta do senador Antonio Carlos Magalhães, em 2001.  

"A saída da Ford é um sinal no sentido oposto do que a Bahia precisa. Não podemos assistir quietos indústrias fecharem as portas. Se estado tivesse um plano estratégico para fortalecer o parque industrial de Camaçari e da Região Metropolitana, talvez a Ford não tivesse fechado e estaríamos testemunhando uma expansão da indústria", frisou.

ACM Neto cobrou ainda ações planejadas do governo do estado para o turismo na RMS, principalmente pensando na retomada após a pandemia. "Vemos as prefeituras fazendo sua parte para desenvolver o potencial turístico da região, como faz Camaçari e Mata de São João, por exemplo,  mas falta um planejamento para uma ação integradora do estado, visando justamente atrair mais investimentos da iniciativa privada, estimulando o patrimônio imaterial e a riqueza natural dessa parte da Bahia".

Educação - Durante a entrevista, ACM Neto fez outras duras críticas ao PT da Bahia, sobretudo na área da educação. Ele afirmou que o estado acumula os piores índices em relação ao ensino há 16 anos. "Esse é o maior exemplo de fracasso e descaso dos governos do PT, que demonstra não ter compromisso com o futuro dos baianos", ressaltou. 

Neto afirmou que os indicadores que medem a qualidade da educação pública no país colocam a Bahia em situação ruim há anos, a exemplo do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). Isso vai no sentido oposto ao desempenho de alguns municípios, a exemplo de Salvador. "Em Camaçari, temos escolas municipais que estão recepcionando alunos da rede estadual. É um cenário ruim tanto do ponto de vista da infraestrutura (das escolas) quanto da qualidade". 

O democrata também apontou como outro problema da Bahia, inclusive da Região Metropolitana de Salvador (RMS), é a questão da violência. "Para virar esse jogo, o governador tem que chamar para si a responsabilidade para combater a violência e a insegurança. Não se pode ficar procurando culpados".

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Mata de São João - BA
Atualizado às 06h18 - Fonte: Climatempo
20°
Poucas nuvens

Mín. 20° Máx. 31°

20° Sensação
8.7 km/h Vento
88.9% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (18/06)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 20° Máx. 30°

Sol com algumas nuvens
Sábado (19/06)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 21° Máx. 29°

Sol e Chuva
Mais lidas
Ele1 - Criar site de notícias