Segunda, 25 de Outubro de 2021
(71) 99921-1917
Educação Volta as Aulas

Apesar de exemplo em Mata de São João, Salvador não prevê aulas 100% presenciais

As aulas 100% presenciais voltaram nesta segunda-feira (30) em Mata de São João

31/08/2021 10h51
Por: Redação Fonte: Bahia Noticias
Apesar de exemplo em Mata de São João, Salvador não prevê aulas 100% presenciais

O secretário de Educação de Salvador, Marcelo oliveira, disse na manhã desta terça-feira (31) que ainda não há previsão de retorno 100% presencial na rede municipal de ensino. Questionado se a cidade adotaria o mesmo modelo de Mata de São João, cidade da Região Metropolitana de Salvador (RMS) em que Marcelo já foi prefeito, ele justifica que a diferença está na logística.

"Mata de São João tem uma peculiaridade. Como nós deixamos escolas e números de sala de aula, todas as escolas em turno integral, nós temos sala de aula suficiente para manter os alunos o dia inteiro na escola. Em Mata de São João metade dos alunos está indo pela manhã e a outra metade está indo a tarde, por isso que vão todos os dias. Aqui em Salvador não há como fazer isso, de manhã tem uma turma e de tarde tem outra, e as turmas precisam ser dividas", explicou o titular da Smed em entrevista ao programa Isso é Bahia, uma parceria entre a rádio A Tarde e o Bahia Notícias.

As aulas 100% presenciais voltaram nesta segunda-feira (30) em Mata de São João. De acordo com a gestão, apenas estudantes com recomendações médicas terão acesso às aulas remotas. O município já havia retornado com as aulas presenciais desde o dia 10 de maio e até então os estudantes podiam optar por aulas presenciais ou remotas 

Em Salvador, no entanto, Marcelo afirma que o município estuda reduzir o distanciamento entre os alunos para aumentar o número de estudantes nas escolas.

"Existe uma recomendação do Ministério da Educação (MEC), aprovada pelo Ministério da Saúde, que é reduzir o afastamento social nas escolas para 1 metro em vez de 1,5 m. Nessa hipótese, quando a gente decidir aplicar essa recomendação, vai aumentar o número de alunos na escola. Isso foi recomendação da Organização Mundial de Saúde, Ministério da Educação e Ministério da Saúde", finalizou o secretário.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.