Segunda, 25 de Outubro de 2021
(71) 99921-1917
Política Politica

ACM Neto diz que gestão Rui Costa cruzou os braços diante do avanço da criminalidade

Possível candidato ao governo da Bahia em 2022, ex-prefeito de Salvador afirma que "falta liderança" para enfrentamento da questão

05/10/2021 16h11
Por: Redação Fonte: Metro1
ACM Neto diz que gestão Rui Costa cruzou os braços diante do avanço da criminalidade

Possível candidato ao Palácio de Ondina em 2022, ACM Neto (DEM) voltou a criticar o cenário de avanço da violência na Bahia, sob gestão do governador Rui Costa (PT). Em uma série de publicações em sua conta no Twitter, o ex-prefeito de Salvador relacionou casos de ataques a agências bancárias, homicídios e assassinato de policiais ao fato de o estado ter hoje título de estado mais violento do Brasil.

"A violência tomou conta de nosso estado de todas as formas. Dia após dia, recebemos notícias estarrecedoras vindas de diversos municípios: explosões de agências bancárias, homicídios, policiais assassinados", escreveu ele, que tem viajado pelo interior na tentativa de viabilizar seu nome para o pleito do ano que vem.

"Quando foi que a gente se acostumou com o título de estado mais violento do Brasil? Não dá pra achar normal. Não dá pra aceitar que o governador cruze os braços diante de um problema desta dimensão", acrescentou ACM Neto. 

Em outro post, o ex-chefe do Executivo soteropolitano afirmou que "falta liderança" para o enfrentamento da questão. "Se queremos uma Bahia com menos violência e mais oportunidades, precisamos enfrentar a criminalidade de frente — e logo."

A violência tomou conta de nosso estado de todas as formas. Dia após dia, recebemos notícias estarrecedoras vindas de diversos municípios: explosões de agências bancárias, homicídios, policiais assassinados.

— ACM Neto (@acmneto_) October 5, 2021

Se queremos uma Bahia com menos violência e mais oportunidades, precisamos enfrentar a criminalidade de frente - e logo. Falta liderança.

— ACM Neto (@acmneto_) October 5, 2021

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.