A Petrobras elevará os preços médios da gasolina em suas refinarias em 4% a partir desta quarta (23), informou a companhia. O movimento interrompe uma sequência de três quedas nos valores do produto. O diesel, combustível mais utilizado do Brasil, não terá alterações.

Apesar do aumento, os preços da gasolina seguirão 13,4% abaixo das máximas de 2020, quando o combustível era vendido nas refinarias da estatal por R$ 1,9173 por litro, segundo dados da agência Reuters.

A Petrobras defende que sua política de preços tem como base a paridade de importação — leva em conta fatores como as cotações do petróleo no mercado internacional e o câmbio.