O prefeito de Mata de São João, Marcelo Oliveira, anunciou na tarde desta quarta-feira (15), que pretende renunciar 30% do próprio salário para reduzir custos. A Declaração foi feita em mensagem de aniversário de 174 anos do município.

Marcelo explica que será necessário reduzir despesas devido à grande queda na arrecadação municipal com a crise causada pela pandemia do Coronavírus. Ele destaca que os investimentos em novas unidades de saúde, na ampliação da rede escolar e em obras de infraestrutura não serão afetados.

Veja mensagem do prefeito Marcelo Oliveira na íntegra:

“Olá, Amigos e Amigas!

Um feliz aniversário para a nossa linda Cidade!

Este ano, vamos comemorar nosso aniversário em casa, porque sua saúde está acima de tudo. Felizmente, e graças ao bom Deus, não tivemos, até o momento, nenhum caso confirmado de infecção pelo COVID-19. Só isso já é motivo de comemoração.

Estamos monitorando 43 pacientes com sintomas leves de gripe comum, e já descartamos 37 dos 85 casos suspeitos de infecção por Coronavírus até agora.

Mesmo sem casos confirmados, a pandemia do Coronavirus tem causado muitos prejuízos à população, que está sofrendo com a perda de seus meios de sobrevivência e com a queda da atividade econômica.

Também a arrecadação municipal está em queda, justamente num momento em que mais precisamos de recursos para auxiliar um maior número de famílias em situação de vulnerabilidade social. Nesse cenário de redução de receitas, estamos tendo que fazer grandes investimentos na saúde com a aquisição de materiais médicos, medicamentos, contratação de profissionais para reforço das equipes de saúde do hospital. Enfim, tudo o que for necessário para enfrentar a pior fase da pandemia que, acreditamos, ainda está por vir.

Este, portanto, é um momento de grande atenção com os custos dos serviços municipais. Nossos secretários e gestores foram orientados a reduzirem toda e qualquer despesa que não seja absolutamente essencial!

Será necessário “cortar na carne”, e isso vai provocar o sofrimento de alguns, mas será para o benefício de muitos.

Para demonstrar a seriedade da situação e dando um exemplo de desprendimento e sacrifício pessoal, o Prefeito vai renunciar a 30% do seu subsídio mensal, numa singela contribuição para a redução dos custos da administração.

Não obstante essa situação de carência de todo tipo, nosso arrojado programa de investimentos em novas unidades de saúde, em ampliação da rede escolar, em obras de infraestrutura, será levado adiante, pois gera empregos e melhora em muito a vida das pessoas.

Vamos permanecer com profunda fé no nosso bom Deus, para que Esse continue abençoando nossa linda Mata de São João”.