O Presidente do Partido Social Democrático (PSD) de Mata de São João, Sérgio Bogoió, revelou em entrevista ao site Mata de São João Informa que a oposição está mais firme do que nunca e que, ao contrário do que foi divulgado durante a semana, a vice-prefeita Luciene Tavares “Lulu” não desistiu da pré-candidatura ao executivo, e que ela está filiada ao partido dele sim. “O PSD está mais forte do que nunca, continuamos vivos nessa disputa e afirmando que o dinheiro compra tudo, mas não compra a todos. Lulu continua pré-candidata à prefeita, fortíssima como sempre. Pode ter certeza que nós vamos resgatar Mata de São João para o povo matense, para os filhos da cidade administrar e com dignidade acima de tudo. Não houve rompimento nenhum, os vereadores Pastor Sandro, Beto do Amado Bahia e Agnaldo de Lulu e a própria Lulu continuamos juntos, com o apoio dos Senadores Otto Alencar e Ângelo Coronel, do Deputado Federal, Otto Filho e do Deputado Estadual, Diego Coronel. Vamos fazer uma união com a oposição para fortalecer e acabar com o desmantelo que está nossa cidade”, disse o vereador.

Enquanto isso, o vereador Pastor Sandro, nos apresentou sua ficha de filiação ao PSD, assinada e data do dia 27 de março. Ele classificou como “precipitadas” as informações divulgadas recentemente. “Lamentar, infelizmente algumas pessoas se precipitaram em afirmar coisas ao meu respeito, a respeito do vereador Beto e da própria Luciene Tavares e do Presidente da Câmara, Agnaldo Cardoso, dizendo que havíamos nos vendido e não foi verdade. Estou no PSD desde o dia 27 e nunca saí do partido, permaneço no PSD. Tenho a ficha assinada, portanto, estou legal, assim como Carlos Alberto, a própria Luciene Tavares que entrou depois e o próprio Agnaldo. Nós vamos disputar a eleição, a majoritária, Lulu é nossa candidata pelo PSD e aí nós vamos, quem sabe lá na frente, unir forças, com toda oposição e decidir quem será o cabeça de chapa. É o que está proposto”, afirmou ele.

Informações que foram reforçadas pelo Presidente da Câmara Municipal, Agnaldo de Lulu, que garantiu não ter ocorrido nenhuma negociação por parte dele e nem da irmã, Luciene Tavares (Lulu), com qualquer representante do grupo João Gualberto. “As notícias foram disseminadas com o propósito de enfraquecer a união da oposição e a candidatura de Lulu, porque todo mundo sabe o potencial e a dedicação dela durante esses anos com a cidade. Nunca estivemos tão fortes e tão unidos como estamos agora nesse pleito de 2020. O povo de Mata é um povo ordeiro, povo sensível, trabalhador, um povo justo e tenho certeza que está acompanhando toda essa movimentação que infelizmente confunde o eleitor, o cidadão. Mas estamos aqui para esclarecer, para dizer que não teve venda de ninguém, ninguém se vendeu, que ninguém admite isso, que o grupo permanece unido, firme no propósito de fazer Mata de São João uma cidade justa, digna do seu povo, uma cidade que gere emprego e que não escravize e nem humilhe ninguém”.

Agnaldo garantiu ainda que não existe nenhum racha dele e Lulu com os vereadores Sérgio Bogoió, Pastor Sandro e Beto e que todos permanecem filiados no Partido Social Democrático (PSD), assim como os demais pré-candidatos a vereador. “Tem muita informação de conveniência e a gente sabe das pessoas manipuladas e manipuladoras, para querer disseminar fake news, para atrapalhar um trabalho que vem sendo construído durante todos esses anos. A luta da Câmara continua e isso permanece em prol do povo e pelo povo. Não houve nada de negociação, trapaça, nada de dinheiro, de negócio que venha deixar nossa política suja, o nosso trabalho e nosso nome. Vocês tenham certeza que o propósito continua e vamos conversar com toda a oposição. Temos o propósito de fazer uma Mata de São João muito melhor, com desenvolvimento da cidade e do seu povo”, ressaltou o parlamentar.