A Polícia Federal cumpriu três mandados de prisão temporária e cinco de busca e apreensão em Salvador com o objetivo de desarticular organizações criminosas especializadas no tráfico internacional de entorpecentes, estabelecidas na Bahia. Os mandados foram expedidos pela Justiça Federal em Salvador.

As medidas ocorrem em decorrência de grandes apreensões de cocaína no Porto de Salvador nos últimos meses, que tinham como destino a Europa. Com o avanço das diligências, foram identificados os motoristas responsáveis pela introdução das drogas no porto, dentro de contêineres com produtos prontos para exportação.

Os motoristas eram cooptados e recebiam vultosos valores para que, após a saída da empresa exportadora, desviassem os caminhões até um local determinado pela quadrilha com o objetivo de inserir a droga nos contêineres junto com a carga lícita e posteriormente passar pela fiscalização do terminal portuário.

Os investigados serão indiciados pelos crimes de tráfico internacional de entorpecentes e organização criminosa.